Death – Os Primeiros Dias

☢ MANTAS E A GÊNESE DO DEATH METAL ☢

1986 mantas03

Ao longo de mais de uma década e de sete álbuns altamente bem conceituados, Chuck Schuldiner, o homem que criou um dos estilos mais brutais/técnicos da música, tornou-se um ícone do Metal “do bem”. Agora aclamado mundialmente como o pai do Death Metal (se alguém quiser reivindicar o direito sobre o título, deverá ter um currículo tão bom ou melhor que o de Chuck), nosso homem e sua visão criativa garantiram que a banda se colocasse na vanguarda do estilo. Na verdade, enquanto a agressão selvagem e crua contida nos três primeiros álbuns do Death tornou-se crucial para que viesse a liderar a primeira geração de bandas Death Metal, a musicalidade transbordante e as composições cada vez mais sofisticadas relativas ao conjunto da obra, influenciaram bandas e bandas a explorar ao extremo os limites do metal extremos e progressivo.

De acordo com as fontes, considerando o total das performances de palco, a banda acumulou muito mais milhas viajando pelo mundo do que qualquer outra do gênero, realizando inúmeras excursões de extenso alcance. Ao longo da sua jornada a curva evolutiva musical se mostra radical, tendo em Chuck – a mente efetiva por trás da ascensão da brutalidade na música heavy metal– a única constante. E, como comprovado pela quase canonização no momento da sua passagem prematura, Chuck é indiscutivelmente uma personalidade sem comparativo no universo da música pesada.

1986 mantas02

É pela inquietação de Chuck que tem início a história da banda, que começa nos arredores de Orlando/Flórida, por volta de 1984, quando o nosso guitarrista/vocalista formou uma banda chamada Mantas com o guitarrista Rick Rozz e o baterista Kam Lee. Embora ainda não tivessem terminado o ensino médio, os jovens começaram rapidamente a reproduzir sons de heavy metal só que da forma mais agressiva e imatura possível. E os sons que mais os influenciava eram justamente as demos dos seus contemporâneos, obtidas no circuito underground de fitas K7 da época. Muitos desses sons eram, por sua vez, baseados na música feita por bandas do Reino Unido como Iron Maiden, Angel Witch e Venom (que já experimentavam o gosto do sucesso com a famosa New Wave of British Heavy Metal), bem como outros nomes oriundos da Europa Continental, como Mercyful Fate, Hellhammer e Bathory, que estavam lançando as sementes de que mais tarde seria chamado de Black Metal. Havia, ainda, outros nomes na costa oeste americana como Exodus, Metallica e Slayer, que estavam também estavam criando algo novo com o Thrash Metal.

Parte 2


Referências:

Um comentário

Feedback é bom e eu gosto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s