Sanctuary – Into The Mirror Black (1990)

“Poderoso e cruel, como todo disco de metal deve ser”

Banda de Seattle/USA formada no final dos anos oitenta Warrel Dane (vocals, RIP 2017), Lenny Rutledge (guitars), Attila Vörös (guitars), Jim Sheppard (bass) e Dave Budbill (drums). Eles ganharam notoriedade por ter Dave Mustaine produzindo seu álbum de estreia, “Refuge Denied” (1987). Narrativas contam que  Dave os conheceu nos bastidores de um show do Megadeth, onde recebeu uma demo e decidiu produzi-los.

E, Dave, que me perdoe, mas em Into The Mirror Black (1990), a banda conseguiu algo muito melhor, além de ter realmente amadurecido musicalmente. O disco tem muitos destaques, por isso, vou me abster de descrever quaisquer músicas. Aqui, o som praticado pela banda é sofisticado e tecnicamente moderno. Os vocais de Warrel dão o tom de todo o trabalho que, para este que vos escreve, representa um salto qualitativo para a época. Como redator, costumo evitar termos como “inovação”, “originalidade”, “etc.” pois creio que centralizam a atenção do leitor para algo que não é essencial ao fã de heavy metal. Para este – me parece – importa mais a virilidade e organicidade do som, do que a novidade que a banda conta através de sua música. E nesses quesitos, o disco em questão pode ser considerado ideal. A banda conseguiu a medida certa entre peso e melodia, entre insanidade e direção. E o resultado é algo poderoso e cruel – como todo disco de metal deve ser. Conceitualmente, aborda conteúdos depressivos narrados como crônicas de humor negro, o que lhe dá uma aura fria e – em certa medida – maligna. A produção é de Howard Benson, que trabalhou com bandas como T.S.O.L., Sepultura, P.O.D. etc.

Voltando à banda, infelizmente, as diferenças pessoais entre os membros levaram à separação do grupo e, após dois álbuns, Warrel Dane e o baixista Jim Sheppard montaram o Nevermore, enquanto que Attila Vörös foi para o TYR e Dave Budbill parece ter abandonado a carreira musical. […] Warrel e Jim se uniram novamente aos caras do Sanctuary em 2010 e logo começaram a trabalhar em um novo álbum que só foi lançado no final de 2014. Mas isso é tema pra outra história.

NOTA: 10,00.



Referências:

Anúncios

Ajude-nos a melhorar. Dê-nos feedback!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s