Obskure – Dense Shades Of Mankind (2012)

Nossas individualidades, assim como nossos sentimentos mais primitivos, são faces de uma mesma realidade ☢

Com mais de 30 anos de carreira a Obskure é uma banda de Death Metal do Ceará. Formada em 1989, sofreu muitas mudanças de formação ao longo dos anos, mas conquistou uma posição de respeito no cenário nacional. Todavia, apesar da admirável trajetória, tem apenas dois álbuns completos lançados. Muito diferentes entre si, ambos têm elevado padrão de qualidade. E se você deseja saber mais sobre a história da banda, nós contamos quase tudinho AQUI. Por favor, clique e seja introduzido nesse universo obscuro.

Da esquerda para a direita: Amaudson Ximenes (guitarra), D’Angelo Feitosa (bateria), Germano Monteiro (vocal), Jolson Ximenes (baixo), Fábio Barros (teclado) e Daniel Boyadjian (guitarra).

Dense Shades Of Mankind foi gravado entre dezembro de 2007 e março de 2011. A despeito do longo intervalo de tempo que levou para ser ficar pronto, é um álbum que apresenta um Death Metal, original, técnico e brutal. A gravação é de primeira e mostra como a banda é experiente no estúdio e no uso de seus instrumentos. Na verdade, se trata de um verdadeiro renascimento. Um disco no qual a banda explora a fundo suas referências mais “raízes” na linha do old school death metal, mas insere as atualizações necessárias. A meu ver, as influências mais evidentes nesse trabalho são Hipocrisy, Nocturnos, Dimmu Borgir e Morbid Angel (entre outras).

Dense…” é uma obra cheia de nuances que exige do ouvinte um bocado de atenção. Liricamente, os temas mais explorados são as dimensões sombrias da mente humana e os nossos comportamentos em sociedade. Por falar nisso, impressiona a capacidade da banda para escrever sobre temas complexos com elevado senso clínico. E o gosto por abordagens filosóficas também fica claro. […] Assim como em Overcasting, o que temos aqui é um material que seria muito melhor sucedido se houvesse sido lançado por uma grande gravadora: todas as composições são fortes, a produção sonora e gráfica são excelentes. Embobra o álbum inteiro seja bom, há canções que se destacam como é o caso de 3) Tension Eve Massacre, 4) Hidden Essence Rescue e 7) From One Who Stopped Dreaming. Também merece menção as participações mais que especiais de Claudine Albuquerque (ex-Nafandus), na faixa “Hidden Essence Rescue” e do guitarrista Marcelo Barbosa (Almah) na faixa “Unsticked”.

Vale mencionar ainda a qualidade gráfica do material, em digipack, com encarte super bem trampado e a belíssima arte da capa, que ficou por conta do renomado artista Gustavo Sazes. O CD ainda conta com faixas multimídia, em que é possível ver fotos da banda e o clip da faixa “Christian Sovereing“.

NOTA: 10/10.


Referências:

3 comentários

Feedback é bom e eu gosto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s